terça-feira, novembro 01, 2005

Quando a Asneira Está Iminente...

...mas, mesmo assim, se vai atrás dela. Porque não interessa se, no fim, há um repente de lucidez. Já virá tarde. Já aconteceu e pronto!

Não se pense em dramas de faca e alguidar. Nada disso. É só uma entrega que não devia ser. Mas, escolhida, é.

Ninguém se preocupe, não há lugar ao tempo de a evitar, nem há telefonemas a escutar, porque se sabe muito antes do dito e alertado, que não há espaço para racionalizar. Está feito e vai até ao fim. Aprendizagem, será.

Há alturas em que a parede é mesmo para nos desafiar, qualquer picareta de trazer por casa a parte em três tempos. E a vontade de transgredir é maior do que o senso que lá está...atento, mas quietinho!

8 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Mendes Ferreira disse...

vontade de............dizer um bjo.

Dinada disse...

Um Beijo Enorme MF...acho que me percebes. :)

mfc disse...

Quando estamos decididos fazêmo-lo, ainda que estejamos convencidos que nos vamos arrepender!

porfirio disse...

é preciso corromper...

bjo

Mendes Ferreira disse...

boa noite....fica bem.

Pinto Ribeiro disse...

e eu tbém num digo nada...olha. entrar na tua caixa tem sido uma merda. mas tenho ká bindo. mergulha é de cabeça e deixa lá a picareta. bjinhos, MOÇA. OLHA para mim tão kontentinho....sério.

frenetico disse...

Ás bezes é melhor pensar um pocadinho