quinta-feira, dezembro 27, 2012

Menino Jesus

Queria dizer-Te que por aqui o propósito do Natal cumpriu-se.

E foi outra vez um Bom Natal apesar do resto que nesta altura é só isso mesmo, resto.

Muito feliz, deixo o desejo que o mesmo tenha acontecido ao maior número possível de pessoas que eu gosto/admiro/amo, e era só.

Porque, afinal "dentro do possível" cabe muita coisa!

quarta-feira, dezembro 19, 2012

Esta coisa da Fonética

Na nossa língua, riquíssima, há coisas que a fonética por vezes descobre, escondidas que estavam pela ortografia.
Senão vejam.
Estava eu a lavar a pilha de loiça do jantar - pois, estou sem máquina há 3 anos mas isso é outro poste, e como é triste, adiante - e a ouvir a voz do Nuno Markl na rádio repetindo a propósito duma piadola das dele a palavra Homem, vezes seguidas.

De repente, quase me cai a panela ao chão.
Páro por uns segundos e faz-se luz.
Só podíamos ser nós, os portugueses a inventar a melhor palavra para o género masculino.

Na minha cabeça o que eu ouvia da boca do entretainer era "oh mãe", "oh mãe", "oh mãe"!

Está tudo explicado.
Somos brilhantes!

terça-feira, dezembro 11, 2012

Descoberta Tardia

Afinal, depois de tantos anos, descobri a magia do Natal:

Os AVÓS

É com eles que tudo faz sentido nesta quadra, os seus mimos tão diferentes quanto únícos, a sua infinita paciência feliz, o seu colo que nunca se saberá porquê é com uma núvem e que no Natal se transforma mesmo na tal Magia do verdadeiro sentido da festa:
O Amor Incomensurável que têm pelos netos.

Eu tive a sorte de ter muitos Natais com avós.
Daí talvez o sentimento de nostalgia, de alguma perda quando chega esta época que muitos sentimos quando adultos.
Só superada pela alegria estampada no rosto dos nossos filhos quando, hoje, correm para o colo dos nossos pais!

segunda-feira, novembro 12, 2012

E a Vontade de Ir

Teima em não nascer!

Aproxima-se o tempo, que ainda falta, pois falta.
Mas enquanto correm os meses, as semanas, os dias, lembro-me daquela escuridão de lá, agora.

Penso: como seria o dia?
Melhor, as 24h? Sim que dia dia, de luz, serão 4h? Por aí...

E arrepiam-se as lembranças logo.
E escondo a cabeça entre as mãos e penso que a coragem é dos fracos!

quarta-feira, outubro 31, 2012

Publicidade Portuguesa para Portugueses

Melhor Centro Comercial?
Ela:
_ Vasco da Gama

Ele:
- Norte Shopping

(pausa)


Melhor spot da noite?
Ela:
_ Bairro Alto

Ele:
- Caixodré

Hummm


Melhor iogurte?

Ambos, um bocado histéricos:

Líquido, da Agros

E viveram felizes até à falência da empresa!


sábado, outubro 27, 2012

Desfalecer

Desfalecer é uma palavra tão forte quanto paradoxal.

Senão reparem.
Pressupõe que se faleça e que se volte à vida, coisa até agora só credível no contexto religioso.
Depois, usa-se quando a pessoa está com um aspecto falecido, não o contrário, portanto dever-se-ia dizia, por exemplo: "ele beijou-a com tal intensidade que ela, num último suspiro, faleceu nos seus braços, durante aquele tango vertiginoso..." (imaginem isto uma frase de romance de cordel).
Isso sim, faria sentido quando se seguisse a frase:"...para logo desfalecer ao sopro no ouvido da palavra amo-te, cantada com a intensidade que acordaria qualquer alma do mundo dos mortos."

Isto sim, faria sentido.



Agora desfalecer?
Não sei a origem, mas que é do além, É!

quinta-feira, outubro 25, 2012

1988

A estreia no Amor Absoluto.
A partir daí sai-se um bocadinho do nosso corpo e é algo de assustador.
Porque se deixa de ser o centro do EU e passa a existir um OUTRO mais forte.

Não há comparação para este amor.
Também não há medida.

Primeiro perdemo-nos um bocadinho num medo absurdo de tudo, de passarmos a não ter controlo porque já não dependemos de nós.
Toda a nossa felicidade está num ser e dele pende a nossa vida.

Ser Mãe é TANTO, QUE É TUDO.

Depois, como somos super-mulheres, somos ainda todo o resto.

Parabéns primogénito.
Parabéns Bernardo.

domingo, setembro 30, 2012

Ânsias

De um porto seguro
De uma força animada
De um herói cintilante
Valente
Presente

De um ramo de flores
De perfume no ar
De um mero jantar
Frugal

De viver uma magia
Real

sexta-feira, setembro 21, 2012

Há Treze Anos Atrás

Pari pela terceira e última vez.
Que saudades meu Deus, dos meus recém-nascidos.

Obviamente os mais bonitos do Mundo.

domingo, setembro 16, 2012

A Manifestação da Sociedade Civil

Foi de facto um momento nacional de orgulho português.
Ver aqueles milhares de pessoas num protesto calmo e ordeiro, com as devidas palavras de ordem, com o olhar determinado mas pacífico, um exemplo para o Mundo de como se pode ir à Rua em família, gritar bem alto o que nos vai na alma sem um único tumulto.

Sinto um orgulho gigante no MEU POVO!

Nota: Agora, como o título do post indica, NENHUM político, representante seja do que fosse tinha o direito de lá por os pés. Foram vaiados e muito bem. Sempre o oportunismo que, lerdos, ainda não perceberam que era deles, DE TODOS, que aquele conjunto de pessoas está FARTINHA ATÉ AOS CABELOS!!!

quinta-feira, setembro 06, 2012

Ninho Cheio

Ontem, o regresso.
Com novidades: mais um mano/a a caminho (no comments), uma vida boa, muito boa  do pai (gostei de saber, sem ironias)e planos, muitos planos.

O do meio, faz cá o 12º e vai estudar Artes para lá.
O mais velho, termina Tradução e muda-se.
O mais pequeno concorda.

Argumento: o que os prende cá é a família, os amigos. Estando em Estocolmo, com o nível de vida lá, põe-se cá em 4h e podem vir várias vezes no ano.

Têm toda a razão...

Raisparta o pragmatismo!


quarta-feira, agosto 22, 2012

E Lá Voltaram a Partir

Alvorada às 06h00.
(nariz entupido de mãe que chorou às escondidas durante as poucas horas de cama)
Excitação total.
Partida no meu carro que, está às vista, já não serve para esta família e malas de 3 (quanto mais 4).
Não vou entrar em pormenores do stress total (incluindo batidas de carro), até conseguir, no último minuto, enfiá-los no avião.

Deviam partir à 08h55. Por alguma razão, ficaram mais de meia hora à espera dum passageiro que não chegava.
Levantaram vôo.
Eu fico sempre até ver escrito Departed, para ter a certeza que foram.

Três lágrimas depois, uma para cada um, venho-me embora, depois de pagar 7 aérios de Parque.

Os aeroportos são a coisa mais ambígua e paradoxal que conheço.

Chegaram bem a Estocolmo, o pai só me diz que estão lindos, tão grandes, tão...tão tudo.
Eu respondo que sei isso muito bem e não há mais conversa.

Que sejam férias fabulosas, que gozem muito de mimo paterno que lhes falta, e muito, durante longo tempo!

sábado, agosto 18, 2012

Os Meus Rapazes Chegaram

Inteiros, os três, há uma hora atrás.
Vêm lindos, bronzeados, cheios de coisas para contar atrapalhando-se uns ao outros na ânsia das histórias.

Estou muitíssimo feliz, já os cheirei, cocei, aninhei e lambi um a um, qual leoa.

Agora tenho três dias para os mimar e exigir um mínimo de troca,
Dia 22 partem para muito longe, para junto do pai.

Mais duas semanas de estrondoso silêncio...

domingo, agosto 05, 2012

A Chave e a Porta

Desde ontem que estou permanentemente à espera de ouvir a chave a entrar à bruta na fechadura daquela porta e o respectivo catrapum da mesma a fechar-se (é das blindadas).

E nada!

Depois, depois é o barulho infernal do silêncio.

Foram todos de férias!

quinta-feira, agosto 02, 2012

O do Meio

O Martin.
Sim, aquele bebé roliço que nasceu às 15h30 ' de parto natural, conhecido pelo pessoal de saúde como o bebé a jacto (porque assim baptizado pela obstetra que o "apanhou no ar" :) ), faz hoje dezassete anos.

Dezassete.
Devia haver uma lei!

PARABÉNS AMOR MEU

quinta-feira, julho 26, 2012

Já Ontem

Deitei-me à 1h30' da matina, depois de horas de conversas  de amigo em que me ri tanto que hoje me dói tudo o que é músculo na cara.

E em que nos ouvimos, tratámos e falámos de TUDO sem filtros, com aquela intimidade que só os verdadeiros cúmplices têm, mesmo quando passam anos sem se ver.

Foi bom, muito bom.

É fundamental CADA UM DOS AMIGOS e tratá-los como espécies raras, se for preciso a biberão!

quarta-feira, julho 04, 2012

Suplentes

Quando se perde um amor, por maior que ele nos possa parecer, a verdade é que o sentimento passa.
E esquece-se e aparece outro e por aí adiante.

Com os Amigos não é assim.
Quando um deixa de o ser porque nos deixou desiludidos, porque nos magoou como nunca esperávamos, porque afinal não era, o sentimento é avassalador. E perpétuo.

Nos amigos não há suplentes!

quinta-feira, junho 21, 2012

Dos Milagres

Para alguns são golpes de uma sorte incompreensível, para outros a Ciência que supera o Homem.
Para mim o homem criou por Milagre a Ciência que o pode salvar, em situações tão limite tem de haver ali a Mão Divina.

O Tio João está óptimo!

Nota: Na data em que escrevi este post, fez 4 anos que o meu grande amigo Gil partiu, com um cancro que combateu estóicamente durante quase 3 anos. Se me puser a pergunta porquê ele, tão novo, e não o meu tio que já terá vivido muita coisa, é óbvio que não tenho respostas.
Sei uma coisa, lá em CIMA, torceu por ele, pelo meu tio.
Como faz por nós que cá estamos à procura duma PAZ que ele já encontrou, de certezinha.
HAJA FÉ!

quarta-feira, junho 13, 2012

terça-feira, maio 15, 2012

Será Assim?

Ontem, em conversa nocturna de sofá com o Martin ele sai-se com esta: - Mãe, tenta ver o teu nariz. - Olha, não consigo! - Pois não. E sabes porquê? O teu cérebro bloqueia a imagem. - Bloqueia? - Sim. Na realidade conseguirias vê-lo mas o cérebro bloqueia-o para teres uma visão total, sem interferências, quando olhas para baixo. Fiquei curiosa, ali a tentar ver o nariz, a torcer os olhos e, de facto, nada. Veio o Henrique juntar-se à conversa e desfaz o 'Mito'??? com uma exclamação: - eu vejo o meu nariz muito bem e nem preciso de entortar os olhos. (ele tem um muito pequenino, note-se) Resumindo, alguém esclarece?

domingo, maio 06, 2012

Não Se Pode!

Não é possível maldizer um casamento falhado, chorado, acabado. Por muito má que tenha sido a relação entre homem e mulher, se dela resultaram frutos, aqueles que cuidamos com o maior zelo, com o amor indizível. É que foi daí, dessa união, que hoje nos podemos chamar MÃE.

quarta-feira, abril 25, 2012

Não Fomos Amigos

Mas, vá-se lá saber porquê, a morte de Miguel Portas foi um choque. Terá a ver com a empatia que sentia, porque sendo um homem com ideias políticas muito diferentes das minhas (ou não), defendia-as com toa a garra sim, mas com uma especial dignidade serena. Será de certeza pela mãe que sinto angústia, uma mulher que admiro muito e que estará a passar o pior dos sofrimentos. Gostei de escrever isto para si, Miguel. E para vós, Helena e Paulo.

domingo, março 25, 2012

Saúde Mental

Anda tudo radiante à minha volta porque finalmente comecei o desmame duma medicação pesadíssima que faço há já 7 anos, para tratamento do Síndrome do Pânico e Agorafia.

Explico:

1. Se não fizesse nenhum tratamento perderia o emprego e a minha vida seria um inferno (pesquisar no Google, sff);

2. Estes anos todos destruiram o meu corpo e perdi capacidades intelectuais (memória, por ex. é evidente);

3. As palmadinhas nas costas e expressões como:boa, finalmente conseguiste dar o passo para parar com essas merdas, deixam-me perplexa e com vontade de descarregar um vernáculo sobre quem as profere.

Sugere-se então dois factos: o Demérito de quem toma medicação para um problema de saúde mental e o Mérito de que consegue (herói) parar de a tomar.

Há Tanto por fazer em Saúde Mental.
Quanto mais não seja na INFORMAÇÃO!!!

domingo, março 18, 2012

Sentimentos Cobardes

Sentimentos cobardes
Rasteiros infiltrados
Que manhosos se implantam
Em fileiras como Cruzados
Afastando os bons

Quando acordo
Desamparada
Vencida digo
Antes o medo

domingo, março 11, 2012

Mousse

Há 5 anos nasceste com esse Dom maravilhoso de não caber em ti o AMOR que tens para dar...e para GUARDAR!

Amamos-te milhões e Parabéns a Você e MUIIIIITTTTOS ANOS DE VIDA.

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Rometa e Julieu

Pela quantidade de gente anafada que pula, salta, rodopia estes dias, fico com uma certeza: todo aquele exercício físico valeu uma descida d(g)rástica nos valores do mercado do colesterol.

É Carnaval, não é?

Nota: sei que não não há nexo de causalidade entre o gástrico e o "castrol", ok?

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

quarta-feira, janeiro 11, 2012

Partir

Um pé e andar 6 semanas até perceber...é obra.

Entretanto andei este tempo todo sobre ele, toda torta com dores que foram
aliviando porque a médica que me viu e me mandou fazer exames (RX e ECO), me receito um anti-inflamátorio fortíssímo, desconfiada que estava dum quisto nos tecidos moles e Brufen 400mg, ambos 2x ao dia, durante uma semana.

O resultado do RX foi óbvio e imediato: "fractura do terço distal do segundo metatarsico".
Isto fica no dito pé, neste caso o direito.

Resta-me conseguir ligar para o Centro de Saúde. Estou há 3 horas a tentar e ninguém atende.

É que não me dá jeito ir lá de pé ao peito. Ah, pois! Estou proibida e em repouso absoluto...como se isso fosse possível a uma não princesa :S

domingo, janeiro 01, 2012

E After New Year's Eve

Nem uma mensagem por telemóvel.

Sim, NEM UMA!

Aqui haverá a ressalva da minha indiferença sobre a época? Não me parece.
Ela é de sempre e nunca tal aconteceu.

Lá está, os meios foram os do Natal: Facebook, E-mail e o mais usado, o telefone fixo.

É mesmo medidor de Crise, o aparelhómetro, ah pois é!!!