sexta-feira, julho 06, 2007

Efectuei o Login!

Para poder escrever isto, que me rebenta no peito.

Se cada lágrima que me cai for, depois, um momento de amor, vou ter tantos ainda.
E acredito que sim.

Quando,
o lado de lá,
olhar para este lado de cá,
tudo fará sentido...

3 comentários:

Joao Lamy disse...

Uma lagrima de tristeza
Um sonho de amor
Uma semente plantada
uma flor nascida

Um amor, que predura alem das tempestades
esta presente nos dias de calmia
que se constroi do nada e se transforma em tudo

è isso que eu vou tentar te dar

Zénite disse...

Sim, e tudo fará sentido.
Sentirás, assim, porque o mereces, a tranquilidade na ventura recuperável. Por vezes basta um olhar sereno na imensidão do azul etéreo ou marinho. O despertar com o raio de luar filtrado pela gelosia, quando as horas vermelhas digitalizadas já anunciam, na sua urgência, o azul violeta do alvorecer. Um espreitar das montanhas a levante, no momento exacto em que o Sol desfaz o porão escondido da noite. Um encontro na madrugada ainda menina. Um renascer de sentires... uma lágrima de orvalho oscilando no fulgor resplandecente das flores e dos olhos que amamos.
E tudo fará de novo sentido, mesmo que instável, porque frágeis e mudáveis somos. Porque a mutabilidade faz parte da nossa frágil e caprichosa natureza de humanos.


Um bom Domingo, amiga Dinada!

cm disse...

...olhar-se reflectido noutro olhar..lindo

e vai ser..não é??