segunda-feira, novembro 22, 2004

As Coisas Que Eu Ainda Não Sei!

Tantas. Tudo por aprender e tão pouco tempo de sobra.

Tenho esta convicção, desde novinha, que vou só viver meia vida. Que estou quase do lado de lá, mas sem angústia porque é qualquer coisa que há muito interiorizei. Não é fantasma e até me desperta alguma curiosidade, quase ânsia.

Teimo em achar que essa fatalidade (sem qualquer sentido pejorativo), não é porta fechada, mas porta aberta.

Uma coisa vos prometo: se for possível regressar para contar, regresso. E 'posto' aqui, no semifrio, logo que me seja possível materializar e ganhar corpo (?) que consiga matéria de pressão sobre as teclas...prometido!

Entretanto, vão-me aturando nesta forma pouco original, de 'ser humano', ou quase.

Ah...e um beijo...e isso!

(preciso só de mais 10 anitos)

5 comentários:

Pêndulo disse...

É impossível que vivas só meia vida ó tonta Lolololol

Se bem que fazendo um esforço acho que te percebi. Também aí estás errada, já passate "meia vida" lolololol
Cota.

**
.

Fritz-the-cat disse...

Faço votos que a tua ida ao evo demore mais uns anitos do que os que tens de vida.
Beijinhos, sua tolinha.

Anónimo disse...

Todos devemos ser profundamente humildes porque todos somos profundamente ignorantes.
Eu disse isto em tempos num forum por aí a que costumavas ir.

Jacinto disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Jacinto disse...

as opções sempre foram estas: ou viver a vida ou ver a vida passar!

bem, na verdade, denotam os nativos da 'nave espacial terra' uma tendência profundamente deprimente, que é: ir vivendo como se pode!

só mais um pormenor, o tempo não 'sobra'. o tempo é o 'aqui e agora'. tudo o resto é o passado ou o futuro...

phodace!;)