sábado, dezembro 18, 2004

O Sol de Inverno!

É estranho, o sol de inverno. Está lá mas não aquece, ou aquece pouco.
Estabeleço muitas vezes paralelismos, que têm tanto de disparatado como de surpreendente.

O sol de Inverno lembra-me o meu périplo por terras nórdicas e os bolos das pastelarias. Nunca são arrumados, como cá, a 'monte'. Estão acondicionados com arte, suculentos à vista, cheios de cor. Depois, tentação...pede-se um, trinca-se e bolas. Bolos sem açucar são como amor sem mimo.

Percebi que o sol de Inverno não tem a força que se esperaria dele e é quase fraudulento. Devia ser multado, cada vez que aparece no céu, cheio de luz, mas sem calor. É enganador, este sol, tal como os bolos suecos cheios de cor mas sem mimo, engano do paladar que não merece desilusão assim...

Quero o Verão de volta, e já...

(mais a mais vem aí o Natal e isso chateia-me...)

3 comentários:

Pêndulo disse...

Desta vez estamos de acordo no ódio ao Natal.
Já era tempo de acordarmos.
Vou ali tomar banho e já volto.
**

Anónimo disse...

best regards, nice info » » »

Anónimo disse...

What a great site film editing schools