sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Há um ano atrás, às 11h e 20'...

O meu pai morreu um bocadinho...
Morreu um bocadão...
Durante um mês. Ia, não ia, ia, não ia.

Não foi!

Hoje, fui com ele comprar óleo para o meu carro porque por mim punha do Fula ó do VêGê ó assim.

Ai Pai...ai eu.

4 comentários:

Ana disse...

Há doze anos atrás, às 12h16 min, nascia a minha filha. Uns nascem, outros partem e outros estão num tem-te-não-caias até que decidem, por sorte ou desígnios desconhecidos, partilhar connosco mais uns momentos únicos.
Um beijo para ti, amiga. E outro para o teu pai, já agora...

Alma Nova disse...

Na vida andamos sempre suspensos nesse arame do "vai-não-vai". Umas vezes ele sustem-nos e continuamos...outras, deixa-nos cair!
O bom é saber sempre desfrutar do tempo antes da queda.

aurora disse...

Já passou um ano? Chiça...

Anónimo disse...

Nunca entendi porque é que a Paula Gueifão mudou o nome para "Ana" e nunca mais voltou a usar Paula. É estranho. Saudades de alguém que sempre lhe chamava "Ana"?