sábado, novembro 03, 2007

Sensações Distantes

Tenho saudades de ter um bebé ao ombro, a arrotar um leite meu.
Também do cheiro da pele do banho tomado e do creme passado por mim pelo seu corpo.
Do primeiro sorriso.
Da sensação única de lhe apertar as pernas e sentir aquelas carnes ainda moles, da inércia.

Sinto saudades de ser recém-mãe.

Sinto saudades do impossível.

6 comentários:

Artur.S disse...

Bons sentimentos. É bom tê-los. E... nada é impossível! :)

Anónimo disse...

Impossibele is nothing.

sniqper ® disse...

És uma pessoa Linda Minha Amiga, simplesmente porque no teu corpo correm sentimentos.

Inha disse...

Nada é impossível, Mana.
Olha, lembras-te do meu sobrinho Dinis, do qual eu fui tratar quando nasceu? Faz hoje dois anos.:)


BeijoquInhas e bom S. Martinho.*

ser bom vale a pena disse...

oi obrigado por ter sido a primeira pessoa a deixar um comentario ,adorei o jeito que vc escreve ah me ajudou lendo seu blog pode me inspirar juntamente com mais dois amigos a escrever uma musica para um saral literario da faculdade onde faço relações publicas obrigado felicidades

aurora disse...

Oilha, sempre podes vir matar saudades com a Laurinha...